BANNER AUTOWILLE

Prestação de contas aponta para cortes de gastos na prefeitura de Ji-Paraná.

0

A prefeitura de Ji-Paraná realizou uma audiência pública na manhã desta quarta-feira, dia 9 de agosto, para prestar contas a população a respeito da situação financeira do município. A prestação de contas partiu de um pedido do prefeito em exercício Joaquim Teixeira. Durante a audiência, o secretário municipal de Fazenda, Laedson Xavier, informou que a previsão das contas é de déficit para o ano de 2023. Diante da previsão de déficit, a Controladoria Geral do Município ressaltou que a administração municipal vai precisar cortar despesas para fechar o exercício com êxito fiscal em 2023. A audiência aconteceu na Câmara Municipal de Vereadores. Além do prefeito Joaquim Teixeira, também participaram da audiência, parlamentares, secretários municipais, equipe técnica da Controladoria Geral do Município, e vários moradores. As previsões de déficits apontados para as secretarias municipais de Educação e Saúde foram as que mais chamaram a atenção.

Na Educação, a previsão de déficit é de mais de R$ 13 milhões.

Na Saúde, a previsão de déficit é de mais de R$ 14 milhões.

A controladora geral do município, Aleyce Baquer, informou que a elevação dos gastos e a queda de receitas contribuíram para a previsão de déficit. Durante a audiência, o presidente da Câmara de Vereadores de Ji-Paraná, o vereador Welinton Fonseca, comentou que recebe mensalmente um balanço do Poder Executivo que aponta para um recurso em caixa de mais de 160 milhões de reais. Os valores apontados pelo parlamentar foram esclarecidos pelo secretário municipal de fazenda Laedson Xavier como um recurso que contempla um superávit são recursos próprios, principalmente um montante de 119 milhões que são recursos vinculados a programas de emendas parlamentares e outros que o município não pode contar para a manutenção e sustentação da máquina pública.

PASTELARIALOPES

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

error: Content is protected !!