BANNER AUTOWILLE

PCRO PRENDE SUSPEITO QUE MATOU VIGILANTE

0

A Polícia Civil do Estado de Rondônia, por intermédio da Delegacia Especializada em Repressão Extorsões, Roubos e Furtos DERF (Delegacia de Patrimônio), prendeu ANTÔNIO LUIS SANTOS DO NASCIMENTO, conhecido como “MENOR”, suspeito de ter matado o vigilante do Cemitério localizado na BR-364, KM 4,5, sentido Cuiabá/MT, na madrugada de 24/09/2023.

Segundo o delegado Daniel Braga, titular da DERF, após receberem a notícia deste grave crime, investigadores obtiveram imagens das proximidades, onde foi possível identificar o usuário de substância entorpecente ANTÔNIO LUIS SANTOS DO NASCIMENTO, conhecido como “MENOR” que saiu do local do crime naquela madrugada.

Após identificar ANTÔNIO LUIS como o possível autor do latrocínio, iniciou-se as buscas para localizá-lo. Sendo tal sujeito encontrado e capturado na tarde de 30/09/2023, quando tentava fugir de populares, após praticar crime de furto no bairro Cuniã. Conduzido para esta Especializada, ANTÔNIO LUIS, foi autuado em flagrante.

Cumpre-se registrar que ao ser capturado, ANTONIO LUIS, confessou a autoria deste grave crime, bem como, informou ter vendido os fios e o aparelho celular subtraído da vítima pela importância de R$ 20,00 reais.

Diante dos indícios colhidos, a Autoridade Policial que preside as investigações, requereu e o Poder Judiciário decretou a prisão preventiva de ANTÔNIO LUIS, o qual fora recolhido a Unidade Prisional desta Capital, onde ficará à disposição da Justiça.

Com mais esse trabalho da DERF, a Polícia Civil do Estado de Rondônia, apresenta uma resposta rápida e eficiente, identificando e prendendo o autor deste bárbaro crime contra o patrimônio.

O preso responderá criminalmente pela prática de crime de latrocínio, podendo ser condenado até 30 anos de prisão. Já o sujeito que adquiriu o aparelho celular subtraído da vítima responderá pelo crime de receptação, com pena máxima prevista de 4 anos de reclusão.

PASTELARIALOPES

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

error: Content is protected !!